O Agronegócio em Destaque


AGRO-CIM >Agricultura > Cana-de-açúcar
   09/05/2011 - 08:08:11

Produção de açúcar em Cacuso, Angola, terá início no final do ano

Projeto orçado em pelo menos 256 milhões de dólares

Fonte: macauhub



Luanda, Angola, 9 Mai - A produção de açúcar e etanol, em regime experimental, na Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), localizada na região de Cacuso (província de Malanje), inicia-se no final deste ano, anunciou hoje, em Luanda, o presidente da empresa, Rui Gourgel.

No final do encontro de trabalho sobre Divulgação da Estratégia Nacional para os Biocombustíveis, o gestor disse que o projecto, que está a ser executado numa área de 30 mil hectares, 20 mil dos quais já ocupados com o cultivo de cana-de-açúcar, visa reduzir a importação de açúcar pelo país e contribuir para a produção de etanol no país.

Na primeira fase, disse, o projecto, orçado em pelo menos 256 milhões de dólares, terá capacidade instalada para processar dois milhões de toneladas de cana, para uma produção de 280 mil toneladas de açúcar/ano.

Ainda na primeira fase, a produção de energia eléctrica, resultante da transformação dos excedentes da produção do açúcar, será de 45 megawatts, e a produção de etanol será de 35 mil metros cúbicos/ano, esta última produção será entregue à Sonangol, uma das accionistas da companhia.

Na segunda fase, ainda sem data de início, a capacidade da moagem será de quatro milhões de toneladas de cana, para uma produção de 400 mil toneladas de açúcar, 65 megawatts de energia e 100 mil metros cúbicos de etanol.

Os três accionistas da Biocom são os grupos privados angolano Damer e brasileiro Odebrecht, ambos com 40 por cento cada e a Sonangol Holding, com os restantes 20 por cento. (macauhub)

 

Enviar por email








        
AGROCIM - CENTRO DE INTELIGÊNCIA EM MERCADOS

2009 - www.agrocim.com